Telma Rodrigues de Sales Trindade, 47 anos, moradora do município, dirigiu-se ao Cadastro Único de Nísia Floresta, para pedir o cancelamento do seu benefício do Programa Bolsa Família, após começar a receber outra renda, também paga pelo Governo Federal.

A atitude da Dona da casa, de não acumular benefícios governamentais, surpreendeu funcionários do Cadastro Único, por tratar-se de um caso raro, e que serve de exemplo. O sentimento de coletividade parece ter sido o que inspirou Telma Rodrigues.

“O dinheiro do Bolsa Família era usado para botar comida em casa e suprimiu minhas necessidades quando eu mais precisei. Não seria justo eu ficar com algo na minha mão que vai servir para ajudar quem não tem”, disse a beneficiária.

Dani Calixto também disse que é importante ressaltar, para todos os beneficiários em situação semelhante, que a usuária deixará de receber apenas um dos benefícios do Governo Federal, no caso o Bolsa Família. Os demais ainda poderão ser acessados através do Número de Identificação Social (NIS), a exemplo da tarifa social de energia elétrica.

Para quem já recebe outros benefícios governamentais ou já tem outra renda e continua acumulando com o Bolsa Família, dona Iolanda Salomé, manda um recado.

“Pense no próximo, pois assim como o benefício contribuiu com a sua sobrevivência, pode ajudar outras pessoas mais necessitadas”, finalizou.

Fonte: Semthas Nísia Floresta -RN