O governo do Estado vai integrar comissão para discutir e buscar soluções para o problema que motivou a vigília na Ponte Newton Navarro. A decisão foi tomada pela governadora Fátima Bezerra nessa sexta (3), durante audiência com representantes do movimento Sentinelas de Cristo, grupo que está montando acampamento permanente na ponte com o objetivo de impedir novas ocorrências naquele local.

“A iniciativa de vocês é louvável, uma atitude de solidariedade e generosidade que precisa ser incentivada e apoiada. É uma responsabilidade de todos, principalmente dos entes públicos, buscar as devidas soluções para este problema. E para isso, precisamos nos unir, considerando as competências que cabem a cada um”, ressaltou a governadora.

O grupo foi acompanhado pelo deputado estadual Albert Dickson, que representou a Assembleia Legislativa na reunião. Para ele “é importante prestar apoio ao acolhimento que estes voluntários vêm fazendo. Porque eles estão salvando vidas diariamente”.

O pastor Rubens Medeiros, idealizador do acampamento, explicou que o projeto surgiu a partir de um sonho. “Eu sonhei que via meu filho caindo da ponte. Quando acordei eu senti que tinha uma missão a cumprir com as pessoas que vão àquele lugar para tirar a própria vida. E consegui apoio de muitos voluntários, mas precisamos que medidas sejam adotadas pelo poder público”, disse o religioso.

A gestão da ponte Newton Navarro é compartilhada entre governo do Estado e prefeitura de Natal, cada um com atribuições e responsabilidades distintas definidas pela Justiça. Por isso, a governadora recomendou a realização de uma nova audiência, desta vez com a presença de representantes da Prefeitura do Natal, para que sejam discutidas ações efetivas para o problema.

“O Estado não vai se omitir. Embora exista uma série de barreiras normativas e legais que delimitam a atuação do governo, vamos tratar o assunto com muita seriedade e responsabilidade. E o que pudermos fazer para mudar essa realidade, nós vamos fazer”, declarou Fátima.

Ao final da reunião foi formada uma comissão integrada por representantes do governo e do grupo Sentinelas de Cristo, que será responsável pelos encaminhamentos das medidas a serem executadas.

Também participaram da audiência o vice-governador Antenor Roberto, o secretário de Infraestrutura Gustavo Rosado, o diretor geral do DER Manoel Marques, representantes da Secretaria de Saúde, do Departamento Estadual de Trânsito e do Gabinete Civil.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.