403 Forbidden


nginx/1.10.3

Pastoreio responsável!

Tenho visto muitos populares se chocarem com uma matéria veiculada em um blog local sobre a Quadra de Esporte do Centro Social Monsenhor Antônio Barros.

Em primeiro lugar, quero deixar claro que as fotos foram feitas sem prévia autorização da diretoria do espaço e claro que isso não justifica, porém, durante a pandemia a quadra passou por limpeza geral, este mesmo blogueiro deveria ter ido lá.

Conforme explicou em nota, o Pároco Pe. José Lenilson deixa claro que o Centro Social e suas dependências sempre foram pautas de reuniões administrativas. Eu sou e tenho provas disso.

Chama a atenção que o blog em nenhum momento procurou a direção para saber qualquer informação do andamento referente a recuperação daquele bem, porém, vale destacar que, a quadra está sem utilidade há bastante tempo e inclusive o mesmo blog fez fotos junto a um vereador do município que dizia ter intenções de recuperar a quadra, ficando a “intenção” apenas nas fotos e matéria do blogueiro, pois de concreto não foi feito nada por parte destes que tentam usar a imagem de um bem religioso para tentar ganhar mídia.

É importante destacar que, o Padre Lenilson realiza um pastoreio responsável e tudo tem sido feito por etapas. O que está sendo realizado de concreto pelo Centro Social, tem sido feito com a ajuda dos paroquianos e de aluguéis; nada tem sido feito por parte de quem tenta se promover.

A direção tem buscando apoios juntos aos empresários e é importante destacar que nada é feito da noite para o dia, e isso tem sido feito com diálogo, atitude que faltou por parte de quem publicou a matéria.

Como perguntar não ofende, pergunto ao blogueiro se o mesmo já adquiriu a rifa para ajudar na recuperação do Centro Social? E outra! Por que o blogueiro não procurou a direção para conversar?

Imprensa responsável sempre procura os envolvidos. Tenho certeza que seria e será muito bem recebido para qualquer questionamento.

Ao pároco Padre Lenilson, nossos parabéns pela nota explicativa e coerente. O senhor tem feito um pastoreio responsável, respeitoso e transparente.

Paz e Bem!

Nota de Esclarecimento

Paróquia de Sant’Ana e São Joaquim

NOTA DE ESCLARECIMENTO

São José de Mipibu, 07/02/2021

Saudações de paz e esperança a todos!

Em primeiro lugar, manifestamos nossa gratidão, em nome da Paróquia de Sant’Ana e São Joaquim, a todos os membros da DIREÇÃO DO CENTRO SOCIAL MONS. ANTÔNIO BARROS pelo incansável trabalho de restauração, mesmo com poucos recursos, da parte interna do Centro Social. Seria interessante uma visita para constatação e registros.

Em relação a matéria “QUADRA MONS. ANTÔNIO BARROS EM RUÍNAS”, publicada na página do senhor Alexandre Freire, seguem os esclarecimentos:

1) A Paróquia de Sant’Ana e São Joaquim, através do seu pároco e do Conselho Administrativo trabalha com metas e por etapas, pois seria impossível “atacar” todas as demandas de uma vez, sem contrair dívidas. Trabalhamos com planejamento responsável;

2) A Casa Paroquial (quase bicentenária) também estava em uma situação de risco de desmoronamento (a disposição laudo técnico da Rumo Engenharia) ; a sua restauração foi iniciada em 05 de novembro de 2018 e concluída no dia 05 de novembro de 2020;

3) Desde 2019 há um projeto do Arquiteto Samir Bezerra (ao qual agradecemos pela corresponsabilidade e doação) que está sendo executado na parte interna e externa do prédio, inclusive adaptando a estrutura para torná-la acessível a todos (rampas, apara-corpo etc). O Centro Social era nossa meta para início de uma restauração mais robusta em 2020 mas, com a chegada da pandemia, o projeto teve que ser postergado para 2021/2022.

4) A Paróquia e a Direção do Centro têm conversado com alguns empresários no sonho de restaurar também a quadra em questão . É um sonho que pode se tornar realidade com a participação de todos, inclusive dos formadores de opinião e comunicadores: estamos promovendo (desde o mês de janeiro) uma rifa para aquisição de recursos para a obra.
Os interessados podem procurar a Diretoria para adquiri seus talões e nos ajudar. Isso também é importante! Sejamos proativos;

5) A fotos chocam, de fato, pois o material da restauração interna estava sendo depositado temporariamente lá (na quadra) para não causar transtornos aos transeuntes e vizinhos; mas, antes mesmo dessa matéria, o material estava sendo removido. Também as fotos chocam pelos anos a fio sem uma manutenção mais completa. E esse positivo “choque” deve nos levar a nos perguntar: “ E eu, como antigo usuário, como paroquiano e mipibuense, o que posso fazer para ajudar a salvar este patrimônio histórico e esportivo? ”

Finalmente, aos que frequentam as Missas assiduamente, em nossa Matriz, sabem que esse tema (da RESTAURAÇÃO DO CENTRO SOCIAL E SUA QUADRA) é recorrente em nossos avisos paroquias.

Deus abençoe a todos e avante!

Atenciosamente,

Pe. José Lenilson de Morais
(Pároco)

Membros da Diretoria do Centro Social Mons. Barros

SÃO JOSÉ DE MIPIBU – BJL tem recebido ligações de candidatos classificados no Processo Seletivo da Saúde

O BJL tem recebido várias ligações de candidatos classificados no Processo Seletivo da Saúde de São José de Mipibu, reclamando a falta de transparência no processo.

Ontem, um dos candidatos que prefere não ser identificado, ligou para o BJL e reclamou que até o dia de ontem (08/02), não havia recebido a resposta do recurso que apresentou.

Enfim, essa situação compromete ainda mais um processo seletivo tão importante para a população mipibuense que democraticamente preferiu dar continuidade.

Também não sei o que seria diferente. Talkey!

Foto: Internet

Governadora anuncia chegada de novo lote com 46.800 doses da vacina CoronaVac nesta sexta (5) ao RN

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), anunciou que nesta sexta-feira (5) chegará ao estado um novo lote da vacina CoronaVac, produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. O Ministério da Saúde enviou 46.800 doses, segundo publicou a chefe do executivo estadual em uma rede social.

Fátima voltou a publicar a informação nas redes sociais na manhã desta sexta (5).

“Seguimos firmes cobrando do Governo Federal agilidade na aquisição de vacinas de enfrentamento à Covid-19. O que chegou até agora ainda está muito distante de atender a nossa população”, completou.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN (Sesap) havia divulgado na quarta-feira (3) que a aplicação da segunda dose das vacinas contra a Covid-19, da CoronaVac, será realizada entre os dias 10 e 17 de fevereiro. O órgão ressaltou que essas datas são apenas para quem recebeu as primeiras doses da vacinação (profissionais da saúde e idosos institucionalizados), a partir de 20 de janeiro – a norma técnica da CoronaVac aponta que o espaço entre a primeira e a segunda dose deve ser de 21 a 28 dias.

“A vacina só será aplicada em quem levar o seu cartão físico, mostrando que tomou a CoronaVac e na data certa”, explicou a subsecretária de planejamento e gestão da Sesap, Lyane Ramalho, na oportunidade.

Maia avisa que vai sair do DEM na segunda. Partido acredita em permanência

O ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) avisou a colegas de partido que vai anunciar na próxima segunda-feira (8) a desfiliação do DEM. A informação foi confirmada pelo Congresso em Foco com o secretário-geral da legenda, Pauderney Avelino.

Apesar disso, o partido acredita que Maia vai se manter filiado. “Sim [Maia falou que vai sair do DEM na segunda-feira], mas não creio que vá. Estamos conversando com ele”, declarou Pauderney.

O deputado do Rio de Janeiro tentou costurar o apoio do DEM ao candidato a presidente da Câmara Baleia Rossi (MDB-SP), mas mais da metade da bancada preferiu ficar com Arthur Lira (PP-AL), novo presidente da Casa e aliado do governo federal. Maia saiu frustrado ao ver o seu próprio partido desembarcar da aliança de seu apadrinhado na Câmara e começou a falar em desfiliação.

Maia conversou nesta semana com integrantes do PSL e do Cidadania, mas ambos os partidos não receberam definição se ele vai se filiar.

O ex-presidente da Câmara vai se reunir neste fim de semana com o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM), e o secretário de Fazenda do Rio, Pedro Paulo (DEM). Os dois pertencem ao mesmo grupo político e devem seguir a decisão que Maia tomar. Apesar disso, aliados defendem que não sejam feitos movimentos bruscos e que a saída do DEM tem que ser analisada com cautela.

O deputado carioca não fala com o presidente nacional do DEM, ACM Neto, desde o resultado da eleição na Câmara. Neto quer manter Maia no partido, mas prefere “não ficar em cima” e deixar ele amadurecer a decisão.

Congresso em Foco

Governo antecipa abono salarial para nascidos em maio e junho

O Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) antecipou o pagamento do abono salarial 2020/2021, ano-base 2019, para os trabalhadores da iniciativa privada nascidos em maio e junho. Os recursos, que estariam disponíveis apenas em 17 de março, serão transferidos em 11 de fevereiro, junto com o pagamento daqueles nascidos em março e abril.

A resolução com o novo calendário foi publicada hoje (5) no Diário Oficial da União.

A Caixa Econômica Federal depositará o dinheiro na conta corrente informada pelo trabalhador ou na conta poupança digital, usada para pagar o auxílio emergencial, para quem não é cliente do banco. As poupanças digitais podem ser movimentadas pelo aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), boletos bancários, compras com cartão de débito virtual pela internet e compras com código QR (versão avançada do código de barras) em estabelecimentos parceiros.

A resolução desta sexta-feira também antecipa o pagamento do abono salarial para os funcionários públicos ou trabalhadores de empresas estatais, nesse caso, o calendário é de acordo com o dígito final do número de inscrição do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep). A partir de 11 de fevereiro, fica disponível o crédito para inscritos com final 6 e 7, como no calendário original, e para aqueles com final 8 e 9, que serão antecipados. O Pasep é pago pelo Banco do Brasil.

Para os trabalhadores que são correntista da Caixa, no caso do PIS, ou do Banco do Brasil para o Pasep, o crédito em conta será feito a partir de 9 de fevereiro.

Os trabalhadores que nasceram entre julho e dezembro receberam o abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) em 2020. Os nascidos em janeiro e fevereiro tiveram o recurso disponível para saque no mês passado.

Os servidores públicos com final de inscrição do Pasep entre 0 e 4 também receberam em 2020 e com final 5 em janeiro deste ano. O fechamento do calendário de pagamento do exercício 2020/2021 acontece em 30 de junho.

Quem tem direito

Tem direito ao abono salarial 2020/2021 o trabalhador inscrito no PIS há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2019, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) ou e-Social, conforme categoria da empresa.

Recebem o benefício na Caixa os trabalhadores vinculados a entidades e empresas privadas. Em todo o calendário 2020/2021, a Caixa deve disponibilizar R$ 15,8 bilhões para 20,5 milhões trabalhadores.

As pessoas que trabalham no setor público têm inscrição no Pasep e recebem o benefício no Banco do Brasil. Nesse caso, o beneficiário pode optar por realizar transferência para conta de mesma titularidade em outras instituições financeiras, nos terminais de autoatendimento do BB ou no portal www.bb.com.br/pasep, ou ainda efetuar o saque nos caixas das agências. Para o exercício atual, o banco identificou abono salarial para 2,7 milhões de trabalhadores vinculados ao Pasep, totalizando R$ 2,57 bilhões.

Abono 2019/2020

Os trabalhadores que não sacaram o abono salarial do calendário anterior, de 2019/2020, finalizado em 29 de maio do ano passado, ainda podem retirar os valores. O prazo vai até 30 de junho deste ano e o saque pode ser feito nos canais de atendimento com cartão e senha Cidadão, ou nas agências da Caixa.

A consulta sobre o direito ao benefício, bem como ao valor à disposição, pode ser feita por meio do aplicativo Caixa Trabalhador, pelo atendimento Caixa ao Cidadão (0800-726-0207) e no site.

No caso do Pasep, os recursos ficam disponíveis para saque por cinco anos, contados do encerramento do exercício, de acordo com decisão do Codefat. Os abonos não sacados são transferidos automaticamente para o próximo exercício, sem necessidade de solicitação do trabalhador.

Agência Brasil

Novo auxílio emergencial só viria com calamidade pública, diz Guedes

Uma eventual nova rodada do auxílio emergencial deve estar dentro do orçamento e ser acionada apenas em caso de nova calamidade pública, disse o ministro da Economia, Paulo Guedes. Ele reuniu-se ontem (4) à noite com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco.

Segundo o ministro, a extensão do auxílio seria mais “focalizada” e atenderia 32 milhões de brasileiros, pouco menos da metade dos 67,9 milhões de pessoas que receberam o benefício em 2020.

Para chegar à estimativa de 32 milhões de pessoas, Guedes explicou que uma nova versão do auxílio emergencial não abrangeria os inscritos no Bolsa Família e se concentraria apenas na população não atendida por nenhum programa social. O ministro ressaltou que a recriação do auxílio deverá ter previsões de recursos no orçamento, com o remanejamento de outras despesas e com a ativação do estado de calamidade.

“É possível. Nós temos como orçamentar isso, desde que seja dentro de um novo marco fiscal. Se o Congresso aciona o estado de calamidade, temos condição de reagir rapidamente. Mas é muito importante que seja dentro de um quadro de recuperação das finanças. Estamos preparados para fazer as coisas dentro das proporções”, declarou Guedes.

Ao lado de Guedes na saída da reunião, Pacheco disse que foi ao Ministério da Economia expressar “formalmente” à equipe econômica a preocupação dos parlamentares com o fim do auxílio emergencial. “A pandemia continua, e agora eu vim ao ministro da Economia externar o que é uma preocupação do Congresso Nacional”, disse.

Ao comentar que a retomada do auxílio emergencial é importante, Pacheco disse ter se antecipado à reunião do colégio de líderes, ao discutir a questão com Guedes. O senador, no entanto, ressaltou que a recriação do benefício deve ser discutida observando as regras fiscais. “Obviamente com cautela, com prudência, com observância de critérios, para evitar que as coisas piorem”, afirmou.

Reformas

Sobre o cronograma de votação das reformas econômicas, o presidente do Senado reiterou que pretende concluir a reforma tributária em 2021, aproveitando as propostas em tramitação no Congresso, sem impor um novo texto. O Ministério da Economia poderá contribuir com sugestões na comissão especial.

Além da reforma tributária, Pacheco listou, como prioridades, as propostas de emenda à Constituição (PECs) do pacto federativo, emergencial e da desvinculação dos fundos públicos. A cláusula de calamidade, que permitiria a recriação do auxílio emergencia, seria incluída na primeira PEC, do pacto federativo, sendo acionada pelo Congresso e discutida no Conselho Fiscal da República que seria criado pela proposta.

Marcado para o fim da tarde dessa quinta-feira, o encontro entre Pacheco e Guedes ocorreu no fim da noite. Por causa da sessão no Senado, que se estendeu além do horário previsto, o encontro atrasou três horas.

Agência Brasil

SÃO JOSÉ DE MIPIBU – Processo Seletivo da saúde pode sofrer cancelamentos

O BJL recebeu a informações que vários candidatos do Processo Seletivo da Saúde realizado pela Prefeitura Municipal de São José de Mipibu, não ficaram satisfeitos com os resultados e estão procurando as vias judiciais.

A fonte informou que várias denúncias devem ser encaminhadas ao Ministério Público em desfavor do processo seletivo, podendo sofrer cancelamentos.

Em contato com um dos candidatos que não foi aprovado, apenas classificado, o mesmo informou que não consegue entender como uma pessoa com menos pontos na fase de análise curricular, conseguiu somar pontos na entrevista para ser aprovado.

A fonte ainda informou que as denúncias vai desde questionamentos das fases a favorecimentos políticos.

Vamos aguardar para ver se terão novos capítulos.

Foto: Reprodução

MP abre inquérito para apurar disponibilidade de oxigênio no RN; Sesap garante abastecimento

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) abriu um inquérito civil para averiguar o abastecimento e fornecimento de oxigênio e gases medicinais aos hospitais da rede pública do estado durante a pandemia da Covid-19. A portaria, assinada pela promotora Iara Maria Pinheiro de Albuquerque, foi publicada nesta quarta-feira 3.

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) garantiu que o Rio Grande do Norte está com todos os leitos das unidades hospitalares devidamente abastecidos com oxigênio, suficiente para a atual capacidade. Segundo a Sesap, o estado dispõe de tanques de oxigênio nos hospitais e, desta forma, uma empresa contratada faz a reposição dos cilindros.

De acordo com a pasta, a previsão de consumo para a demanda normal para os hospitais e outras unidades da rede da Sesap é de aproximadamente 200 mil metros cúbicos por mês. Ainda não houve crescimento da demanda por oxigênio no estado.

O RN não tem planta industrial para a produção do oxigênio, o abastecimento vem por meio das plantas de Pernambuco e do Ceará. Segundo a Sesap, o abastecimento e o fornecimento de oxigênio está confortável.

O inquérito do MPRN tem caráter preventivo e vem após a crise no abastecimento de oxigênio hospitalar em Manaus, capital amazonense. Pacientes manauaras foram transferidos para o RN nos últimos dias para tratar a Covid-19.

De acordo com informação da empresa White Martins, fornecedores dos gases medicinais para os hospitais e outras unidades da rede da Secretaria, a situação geográfica do RN é mais favorável à logística do abastecimento, diferente de Manaus e, por isso, estaria numa condição de mais estabilidade para o fornecimento, mesmo com algum acréscimo de consumo.

AgoraRN

Matéria-prima da vacina contra a Covid-19 chega ao Brasil

Uma nova carga de insumos para produção da Coronavac, no Instituto Butantan, em São Paulo, chegou na noite desta quarta-feira (3), por volta das 23h47, ao Aeroporto de Viracopos, em Campinas.

Foram transportados da China para o Brasil 5,4 mil litros de IFA (Insumo Farmacêutico Ativo). Essa quantidade deve render mais de 8,6 milhões de vacinas contra a Covid-19, segundo o governo paulista.

Dimas Covas, diretor do Butantan, afirma que as vacinas produzidas com o IFA recebido, a primeira carga de insumos recebida no ano pelo instituto, devem começar a ser entregues para o Ministério da Saúde já em 25 de fevereiro.

O governo de São Paulo também espera outra carga de 5,6 mil litros de IFA já no dia 10 de fevereiro, o que deve possibilitar a fabricação de outras 8,7 milhões de doses da Coronavac.

Durante o mês de janeiro, o Butantan já enviou 8,7 milhões de vacinas para o Ministério da Saúde.

A Coronavac e vacina de Oxford/AstraZeneca, no Brasil sob responsabilidade da Fiocruz, são os imunizantes até o momento utilizados no país.

Com a entrega das duas cargas de IFA, o Butantan deve conseguir produzir até 600 mil doses da Coronavac por dia. De modo geral, o instituto afirma que tem capacidade para produzir até 1 milhão de doses diariamente.

Ainda estão sendo negociados outros 8 mil litros de matéria-prima.

No Rio, ex-prefeito Marcelo Crivella, vira réu acusado de corrupção

A 1ª Vara Criminal Especializada do Rio de Janeiro aceitou ontem (3) denúncia contra o ex-prefeito carioca Marcelo Crivella e outros 25 acusados pelos crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro e corrupção. Crivella foi preso em dezembro de 2020 e afastado do cargo dias antes de encerrar seu mandato.

Ele é acusado de participar de um esquema de recebimento de propina para beneficiar empresários. A Justiça considerou o conteúdo de colaborações premiadas, trocas de mensagens entre os acusados, planilhas, cheques e fotografias.

De acordo com as investigações, o esquema contava com operadores que agilizavam pagamentos para empresas específicas e interferiam nos processos de licitação, de forma a beneficiar aqueles empresários que assentiam em pagar propina aos acusados.

O caso inicialmente foi analisado pelo Primeiro Grupo das Câmaras Criminais do Tribunal de Justiça do Rio, mas com a perda do foro privilegiado de Crivella, devido ao fim de seu mandato, o processo foi remetido à 1ª Vara Criminal Especializada do Rio.

Agência Brasil entrou em contato com a defesa de Crivella e aguarda uma resposta. No dia em que foi preso, em 22 de dezembro, o ex-prefeito disse estar sendo vítima de perseguição política e afirmou que combateu a corrupção na prefeitura.