403 Forbidden


nginx/1.10.3

Fundão eleitoral de R$ 5,7 bilhões foi inflado sem emenda para não deixar rastro de congressistas

Nenhum congressista apresentou uma emenda pedindo que o fundo eleitoral para 2022 tivesse o aumento bilionário aprovado pelo Congresso às pressas na semana passada.

A mudança no texto foi feita diretamente pelo relator da proposta, Juscelino Filho (DEM-MA), a quem coube a função de operador das negociações partidárias que ocorreram nos bastidores. A estratégia de não apresentar uma emenda ao texto teve o objetivo de não deixar registros da movimentação.

No relatório, Juscelino Filho não detalhou o expressivo aumento da verba. “Ademais, aperfeiçoamos os parâmetros definidores do Fundo Especial de Financiamento de Campanha”, limitou-se a escrever. As informações são da agência de notícias Folhapress.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *