Bolsonaro volta a defender privatizações, mas diz que apenas algumas ocorrerão

O presidente eleito da República, Jair Bolsonaro, voltou a defender a privatização de estatais, mas disse que nem todas são passíveis de serem colocadas à venda. Segundo ele, o governo não deve se desfazer das empresas que considerar estratégicas.

“Qualquer privatização tem que ser responsável. Não é jogar pra cima e ficar nisso”, pontuou Bolsonaro nesta quinta-feira, 29, logo após participar de cerimônia na Vila Militar, na zona norte do Rio. “Temos conversado com a equipe econômica. Algumas privatizações ocorrerão, outras, estratégicas, não”, declarou.

O futuro presidente pretende anunciar mais dois nomes para fechar sua equipe ministerial. “(Falta) Meio Ambiente e outro que houve uma reclamação, por assim dizer, da bancada feminina da Câmara, de ter um ministério voltado à família, aos direitos humanos, à mulher”, comentou Bolsonaro.

Agência Estadão

A “Grande” Mídia de Mipibu já tem matéria pronta se parecer do TSE não validar os votos de Kerinho

Acabo de receber a informação que os blogues que se intitulam como os da grande mídia mipibuense, já estão com suas matérias/posts prontos para descredenciarem o principal nome para o executivo 2020, o ex-vereador Kerinho.

A fonte disse que um dos blogues, usará o título: “Sem votos validados, sem credibilidade”.

Bem sabemos que a grande mídia, já publicou algo assim, mais o parecer do TRE-RN afirmou o erro e o blogue que se adiantou, ficou ainda mais sem credibilidade.

Eita, grande mídia adiantada.

Puxa um saco…

Será que a Mipibu que é vista na mídia local é a mesma que a mídia estadual mostra?

Todos sabem que este blogue aqui é um canal de comunicação que não tem rabo preso, por isso resolvi perguntar:

Será que a Mipibu que é vista na mídia local de um é a mesma que a mídia estadual mostra?

Os “grandes” blogues de Mipibu, assim intitulados pelos seus editores só mostram o que é feito de obras e eventos (positivo) por parte do executivo municipal. É inauguração de UBS, Calçamento, Escolas, Quadras de Esportes, entre outros; louvável o trabalho do governo municipal, embora não tenha mostrado nenhuma ação permanente com todas estas obras inauguradas. Na UBS, falta materiais; os calçamentos não terminam completamente; escolas sem o lúdico na estrutura, quadras de esportes sem ações esportivas permanentes.

Tudo isso é uma realidade mipibuense que tem sido diariamente notícia negativa a nível estadual. A falta de atenção direta aos poucos pontos que pontuei, faz o comerciante enfrentar dificuldades de investimentos, sabe por que? Porque a notícia de violência é : “MATARAM MAIS UM”.

Infelizmente o que a mídia local mostra é um mar de rosas, mas a realidade é outra bem diferente. Enquanto a mídia local mostra o que falta ação efetiva, a violência mostra sua ação.

Chamo a atenção aqui dos Conselhos Municipais que contam ou devem contar com todo apoio do Gabinete do Prefeito e suas secretarias para realizarem suas ações efetivas, mais ainda deixam a desejar. Fazer fotos, dar presentinhos, isto todo mundo faz. Quero ver transformar os ambientes que citei, em lugares de combate a violência.

Se a mídia de Mipibu, realmente fizesse o seu papel a Praça do antigo Coreto já teria cumprido seu prazo de conclusão, tonando ali um ambiente familiar e de diversão para todos que residem em Mipibu.

Se a mídia mipibuense fizesse o seu papel como deve ser feito, os aliados paravam de falar que o BJL é blogue para mimimi, só por que faz deste canal o que realmente deve ser feito; colabora com o crescimento da sociedade e da Cidade de São José de Mipibu.

Garis da MAC reclamam de atraso de salário e vale alimentação

O BJL passou por uma rua de Mipibu e ouviu a reclamação de atraso no vale alimentação, já totalizando três e atraso no salário.

Como não temos rabo preso, nem recebemos de empresas ligadas a governo, pergunto a empresa MAC:

  1. Realmente existe atrasos?

Se existe atrasos, pergunto:

  1. A prefeitura está atrasando o pagamento do contrato?

Com a resposta a empresa MAC.

Aids: casos e óbitos caem 16% nos últimos quatro anos no Brasil

“Indetectáveis”. Foi com esse grito, de mãos dadas, que pessoas que vivem com HIV deram início à cerimônia que marca os 30 anos de luta contra a aids. Elas comemoram o fato de terem sua carga viral em níveis sequer detectados em testes laboratoriais em razão da adesão ao tratamento com antirretrovirais. Dados do Ministério da Saúde divulgados hoje (27) mostram uma redução de 16% dos casos e óbitos por aids no país nos últimos quatro anos. Segundo a pasta, fatores como a garantia do tratamento para todos, a melhora do diagnóstico, a ampliação do acesso à testagem e a redução do tempo entre o diagnóstico e o início do tratamento contribuíram para a queda.

Os números revelam que, de 1980 a junho de 2018, foram identificados 926.742 casos de aids no Brasil – um registro anual de 40 mil novos casos. Em 2012, a taxa de detecção da doença era de 21,7 casos para cada 100 mil habitantes enquanto, em 2017, o índice era de 18,3 casos. No mesmo período, a taxa de mortalidade por aids passou de 5,7 óbitos para cada 100 habitantes para 4,8 óbitos. O boletim também aponta redução significativa da transmissão vertical do HIV – quando o bebê é infectado durante a gestação – entre 2007 e 2017. A taxa caiu 43%, passando de 3,5 casos para cada 100 mil habitantes para 2 casos.

Homens

Os dados mostram ainda que 73% das novas infecções por HIV no Brasil acontecem entre pessoas do sexo masculino, sendo que 70% dos casos é registrado entre homens que estão na faixa etária de 15 a 39 anos.

Autoteste

O ministério anunciou que, a partir de janeiro de 2019, a rede pública de saúde passa a oferecer o autoteste de HIV para populações-chave e pessoas em uso de medicamento de pré-exposição ao HIV. A previsão é que sejam distribuídas, ao todo, 400 mil unidades do teste, inicialmente nas cidades de São Paulo, Santos, Piracicaba, São José do R io Preto, Ribeirão Preto, São Bernardo do Campo, Rio de Janeiro, Curitiba, Florianópolis, Salvador, Porto Alegre, Belo Horizonte e Manaus.

Tratamento

Ainda de acordo com o boletim epidemiológico, desde 2013, quando os antirretrovirais passaram a ser distribuídos a todos os pacientes soropositivos, independentemente da carga viral, até setembro deste ano, 585 mil pessoas com HIV estavam em tratamento no Brasil. A maioria – 87% – faz uso do dolutegravir, que aumenta em 42% a chance de supressão viral (diminuição da carga de HIV no sangue) em relação ao tratamento anterior. A resposta, neste caso, também é mais rápida: no terceiro mês, mais de 87% dos usuários já apresentam supressão viral.

Luta

Diagnosticada como soropositiva há um ano e meio, a estudante Blenda Silva, 25 anos, conta que é possível seguir normalmente com a vida desde que haja adesão ao tratamento. Sobre os 30 anos de combate ao HIV, celebrados no próximo sábado (1º), Dia Mundial de Luta contra a Aids, ela lembra que muitos perderam a vida ao longo das últimas décadas por causa da doença.

“O número de infectados ainda é muito alto. Nossa mensagem, hoje, é que ainda precisa de prevenção”, disse, ao se referir aos mais de 37 milhões de pessoas que vivem com HIV em todo o mundo. “É uma luta que não precisa ser só de quem é soropositivo, mas de toda a sociedade brasileira”, concluiu.

Agência Brasil

Tarifa para motos em estacionamentos privados será reduzida

O plenário da Assembleia Legislativa aprovou nesta terça-feira (27), à unanimidade, o projeto de lei que estabelece a cobrança de tarifa reduzida para motocicletas em estacionamentos privados do Rio Grande do Norte. A matéria, de autoria do deputado Gustavo Carvalho (PSDB), fixa a taxa para motocicletas em 50% do valor cobrado aos automóveis.

“O projeto visa fazer justiça à categoria. A falta de estacionamentos públicos passou a ser um grave problema de mobilidade urbana. No entanto, não obstante a diferença quanto ao espaço ocupado entre motos e carros, a tarifa cobrada em grande parte dos estacionamentos é igual para qualquer tipo de veículo. Considerando que a moto ocupa cerca de um quinto do espaço utilizado por um carro comum, a tarifa do estacionamento para motos deve ser reduzida em relação ao valor cobrado por carros, para que seja mantida a proporcionalidade entre o serviço fornecido e o preço por ele cobrado”, justificou Gustavo.

De acordo com a matéria aprovada, os estabelecimentos que infringirem a lei serão notificados e, caso não se regularizem no prazo estabelecido, sofrerão a aplicação de multas no valor de R$ 3 mil, podendo inclusive ter o Alvará de Funcionamento cassado caso continue descumprindo a lei.

“É fato notório que a cobrança equivalente entre carros e motos é uma forma de abuso de poder e ainda uma forma de aumento arbitrário nos lucros o que, via de regra, permite uma intervenção do Poder Público, nesse caso o Legislativo. A medida não interfere na livre iniciativa, livre concorrência, nem ao menos acarreta custos aos empreendimentos, pois busca apenas corrigir o abuso de poder econômico e o consequente lucro excessivo”, explicou o deputado.

Além dessa matéria, outros projetos foram aprovados durante a votação de hoje, dentre eles os que incluem no Calendário Oficial do RN o Maio Amarelo e o Dia do Auditor de Controle Externo. O primeiro deles, de autoria de Márcia Maia (PSDB), busca estabelecer o mês de maio para conscientização quanto à necessidade de redução dos acidentes de trânsito. O segundo, do deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), para prestigiar os profissionais da categoria.

Ainda de autoria parlamentar, foi aprovado o projeto de George Soares (PR) que declara integrante do patrimônio cultural, imaterial e histórico do RN, o carnaval do município de Macau e suas expressões artísticas e culturais.

De autoria do Governo do Estado, foram aprovadas as mensagens que denominam de “Deputado Dary Dantas” a Central do Cidadão da Zona Norte e de “Governadora Wilma de Faria” o Complexo Viário também da Zona Norte da cidade.

Portal NoAr