Paróquia de São José de Mipibu celebrará 260 anos de criação em fevereiro

A Paróquia de Sant’Ana e São Joaquim de São José de Mipibu, administrada pelo Padre José Lenilson, se prepara para celebrar 260 anos de sua criação.

Criada em 22 de fevereiro de 1762, a Paróquia de Sant’Ana e São Joaquim tem em sua essência de vida paróquia a vivência de fé plenamente eucarística, sob o olhar dos excelsos padroeiros Sant’Ana e São Joaquim.

É importante destacar que nos últimos 20 anos*, a paróquia tem vivido momentos marcantes nestas comemorações:

240 anos – Ano de 2002

– Setorização paroquial
– Reforma da Igreja Matriz
– CD comemorativo
– III Congresso Eucarístico Paroquial

250 anos – Ano de 2012

– Construção do Centro Pastoral Administrativo Dom Manuel Tavares
– Implantação dos Serviços: ECC, Segue-me e EJAC
– IV Congresso Eucarístico

260 anos – Ano de 2022

– Reforma da Casa Paroquial
– Fortalecimento das pastorais e implantação de novas
– Recuperação do Centro Social Monsenhor Antônio Barros
– Fortalecimento da Festa religiosa dos padroeiros

No último domingo (09), a paróquia lançou a logomarca (foto da matéria) comemorativa dos 260 anos e divulgou a programação das comemorações que se realziará de 16 a 22 de fevereiro de 2022.

Nestes 20 anos de comemoração, é importante lembrar das figuras saudosas: Monsenhor Antônio Barros, Dona Eusa Palhano, Lourdinha Ferreira, Dona Severina, Dom Tavares e tantas outras pessoas que marcaram a vida e chão da nossa paróquia.

*As comemorações do Aniversário da Paróquia se fortaleceram nos últimos 20 anos.
Confira a seguir a programação completa
Covid-19: entenda o direito do consumidor que teve voo cancelado

Os primeiros dias do ano estão sendo marcados pelo cancelamento de centenas de voos por falta de tripulação. A situação é provocada pelo afastamento de pilotos, copilotos e aeromoças por covid-19 e gripe influenza. O impacto é sentido na Azul, Gol e Latam, as principais empresas do país.

Com o cancelamento de voos, os passageiros que compraram bilhetes têm o direito de serem restituídos. Segundo o Procon de São Paulo, o consumidor deve ser reacomodado em outro voo, receber o reembolso integral da passagem em até sete dias ou optar pela remarcação da data da viagem sem qualquer custo.

Em 1º de janeiro, voltaram a valer as antigas regras para alteração e cancelamento de voos. Com o término da validade da Lei nº 14.174/2021, as regras que estavam em vigor durante o auge da pandemia de covid-19 não serão mais aplicadas em função do fim da flexibilização. Está em vigor a Resolução nº 400/2016 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Durante a pandemia, o consumidor que cancelasse uma passagem para viagens entre 19 de marco de 2020 e 31 de dezembro de 2021, estava isento da cobrança de multa, e o valor pago era convertido em crédito para próxima viagem. Quem optasse pelo reembolso teria até um ano para receber o valor, que seria corrigido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

O Procon-SP orienta que o órgão seja acionado caso a preferência do consumidor pela remarcação ou devolução do valor pago não seja respeitada pelas companhias aéreas.

Nesta semana, o órgão notificou as empresas a prestarem esclarecimentos sobre as medidas tomadas para minimizar os danos aos passageiros devido aos cancelamentos e a informarem os dados sobre a quantidade de voos cancelados e de pessoas afetadas.

A medida também foi tomada pela Secretaria Nacional do Consumidor, órgão do Ministério da Justiça. A secretaria quer que a Azul, Gol e Latam informem os dados sobre os voos cancelados e o funcionamento do Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) para atender os passageiros afetados pelos cancelamentos.

“Em cloroquina você acredita, né?”, rebate seguidor em comentário de empresário mipibuense

Um empresário mipibuense, comentou em uma matéria de um blog da capital que trata sobre a questão dos casos de COVID-19 em UTI, sendo a maioria das pessoas que decidiram não realizar o ciclo vacinal, estarem ocupando leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

No comentário do empresário nítido bolsonarista, fica claro que o mesmo nega a ciência e as vacinas.

Este mesmo empresário esquece que precisou fechar as portas no ano de 2020, pela grande transmissão e o número de mortes por COVID-19 no município de São José de Mipibu.

Tenho dito que, respeito todos os posicionamentos políticos, pois tenho amigos bolsonaristas, lulistas, ciristas, marinista, dorianos, porém, um empresário negar as vacinas e a ciência é brincar com a vida de seus clientes.

Se quiserem saber em que blog eu vi, chama no direct do IG do Blogue do JL, que eu falo.

Vereadora Carla Simone chega em 2022 com maioria dos vereadores e credenciada para reeleição da presidência da Câmara Municipal

Em alta com sua popularidade, a Presidente da Câmara Municipal de São José de Mipibu, vereadora Carla Simone (MDB), chega em 2022 com a maioria dos seus colegas vereadores e credenciada para concorrer a reeleição da presidência da Câmara Municipal.

Eleita presidente da Câmara Municipal em 2021 por 13 votos, Simone surpreendeu seus colegas vereadores e a população mipibuense, pelo trabalho feito, mesmo em tempos de pandemia.

Elogiada por populares pelo trabalhos, discursos humanitários, reconhecimento do trabalho dos vereadores e de sua equipe de trabalho, Simone recebeu por diversas vezes a sinalização pela maioria dos vereadores, inclusive daqueles que ficam em cima do muro, que o trabalho dela tem que continuar.

Já ouvi vereador sapecar: “A melhor presidente que a gente já teve”.

É importante destacar que, Simone também mantém ótimo relacionamento com o Prefeito Zé Figueiredo.

Calendário do PIS/Pasep 2022 é aprovado; veja dias de pagamento e quem tem direito

O calendário de pagamentos do abono do PIS/Pasep 2022 foi aprovado pelo Codefat (Conselho de Desenvolvimento do Fundo de Amparo ao Trabalhador​) nesta sexta-feira (7).

Com a aprovação das datas propostas pelo governo, as liberações do PIS (Programa de Integração Social) serão feitas de 8 de fevereiro a 31 de março, para trabalhadores com carteira assinada, que recebem na Caixa. Para os servidores com direito ao Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público), os pagamentos serão feitos de 15 de fevereiro a 24 de março pelo Banco do Brasil.

Valor do abono

O valor que o trabalhador receberá de abono salarial, considerando uma espécie de 14º salário, muda conforme a quantidade de meses trabalhados em 2020. Se o beneficiário trabalhou o ano todo de 2020, receberá um salário mínimo de abono, que em 2022 é de R$ 1.212. Se trabalhou um mês, receberá R$ 101.

A Caixa e o Ministério do Trabalho e Previdência informaram apenas que farão uma live nesta segunda-feira (10) com o presidente do banco, Pedro Guimarães, e o ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni para divulgar o tema.

Clientes do Banco do Brasil recebem o abono do Pasep diretamente em sua conta bancária.

O abono do do PIS, pago pela Caixa, é destinado a trabalhadores com carteira assinada. O do Pasep, pago pelo Banco do Brasil, é devido para servidores federais, estaduais e municipais que se encaixam nas regras do programa.

Para ter direito ao abono de até um salário mínimo é preciso:

  • Estar cadastrado no programa PIS/Pasep há pelo menos cinco anos
  • Ter trabalhado formalmente no mínimo 30 dias no ano de 2020
  • Ter recebido, no ano de referência (2020), média mensal de até dois salários mínimos
  • O empregador precisa ter informado corretamente os dados do funcionário na Rais (Relatório Anual de Informações Sociais) do ano-base

FolhaPress

Primeira morte por ômicron no Brasil foi de um homem com grave doença pulmonar

O Brasil registrou a primeira morte pela cepa ômicron, nova variante da Covid-19. O paciente morreu após cinco dias da notificação da doença, em Aparecida de Goiânia, Goiás.

O homem estava com o esquema vacinal completo, tendo recebido as duas doses do imunizante CoronaVac, acrescida à dose de reforço com a vacina Pfizer. Entretanto, as condições de saúde pré-existentes agravaram a o quadro da infecção.

A vítima é um homem de 68 anos, portador de doença pulmonar obstrutiva crônica e também de hipertensão arterial, de acordo com a Secretaria de Saúde Municipal.

De acordo com o secretário de Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino,”seu pulmão já era bem comprometido. O tecido pulmonar, por exemplo, já não fazia as trocas gasosas de forma eficiente”.

Diário do Poder