Centrais sindicais divididas no RN: CTB adere ao movimento do dia 12, CUT não participa e Conlutas propõe novo ato

As centrais sindicais do Rio Grande do Norte estão com posicionamentos diferentes quanto a participação no ato unificado, marcado para 12 de setembro, convocado pelos movimentos de direita MBL (Movimento Brasil Livre) e Vem Pra Rua. A Central Única dos Trabalhadores (CUT) deliberou que não vai participar do movimento.

Já a Conlutas Secretaria Executiva Nacional da CSP-Conlutas decidiu, nesta sexta-feira, 10, que vai buscar adesão a um novo ato, no dia 14, quando servidores públicos deverão realizar uma caravana a Brasília em protesto contra a Reforma Administrativa (PEC 32).

“Não iremos aos atos convocados pelo MBL no próximo dia 12, mas defendemos que é preciso realizar um novo dia unificado de manifestações e, nesse momento, esse dia deve ser construído com todas as organizações sindicais, populares e os partidos políticos que estiverem dispostos a levantar o Fora Bolsonaro e a defesa das liberdades democráticas. Com essa ampla unidade de ação o objetivo é levar para as ruas todos aqueles e aquelas que se opõem a Bolsonaro e que estão dispostos nesse momento a fazer essa luta direta”, explica a organização em nota.

Agência Saiba Mais

Confira nota na íntegra:
Lula chega nesta segunda (23) para primeira visita ao RN após ser libertado

O ex-presidente Lula chega nesta segunda-feira (23) a Natal. A agenda oficial não foi divulgada, mas a Agência Saiba Mais apurou junto a fontes do Partido dos Trabalhadores que essa é a estratégia para evitar aglomerações por onde ele passar. É a primeira visita de Lula ao RN após os 580 dias de prisão em Curitiba.

Os encontros que Lula fará no RN seguem o mesmo enredo que vem ocorrendo em outros estados por onde já passou: encontro com políticos da base aliada, empresários, representantes da cultura e de movimentos sociais. Ele deve chegar ao RN nesta segunda-feira e segue para um jantar na casa do senador Jean Paul Prates (PT). Devem participar a governadora Fátima Bezerra(PT), o vice-governador Antenor Roberto (PC do B) e a senadora Zenaide Maia (PROS).

Na terça-feira (24), o ex-presidente será recebido pela governadora Fátima Bezerra no Centro Administrativo e, às 11h, deve conceder uma entrevista coletiva em local ainda não confirmado. O almoço será com empresários. À tarde, Lula segue para encontro com integrantes de movimentos sociais e artistas.

A costura política tem dado o tom da passagem de Lula pelo Nordeste, mesmo ele dizendo nas entrevistas que não está realizando alianças para 2022. O ex-presidente tem falado que a visita não é como candidato e que está querendo ouvir políticos e lideranças do Nordeste sobre o atual momento do Brasil.

O RN é o quinto estado da viagem que Lula iniciou pela região no dia 15 de agosto. Ele já esteve em Pernambuco, Piauí, Maranhão e, hoje (22), está no Ceará. Em todas as visitas, teve agenda política com representantes de partidos, especialmente PSB, PDT e MDB.

No RN não será diferente. A agenda política prevê encontro com os líderes do PSB/RN (deputado federal Rafael Motta), e do MDB (ex-senador Garibaldi Alves Filho e o deputado Walter Alves).

Saiba Mais