ELIMINATÓRIAS: Tite convoca Daniel Alves e Coutinho para jogos contra Equador e Paraguai; veja a lista

O técnico Tite fez nesta quinta-feira a primeira das quatro convocações da seleção brasileira que terá pela frente antes de anunciar a lista de jogadores que irão para a Copa do Mundo no Catar, que será disputada nos meses de novembro e dezembro.

Com as voltas de Daniel Alves e Philippe Coutinho ao grupo, mas sem Neymar (machucado) e Hulk (ainda em pré-temporada no Atlético-MG), 26 atletas foram chamados para os jogos contra Equador, em Quito, e Paraguai, em Belo Horizonte, pelas Eliminatórias.

Confira a lista de convocados da seleção brasileira:

Goleiros – Alisson (Liverpool-ING), Ederson (Manchester City-ING) e Weverton (Palmeiras);

Laterais – Emerson (Tottenham-ING), Daniel Alves (Barcelona-ESP), Alex Sandro (Juventus-ITA) e Alex Telles (Manchester United-ING);

Zagueiros – Eder Militão (Real Madrid-ESP), Gabriel Magalhães (Arsenal-ING), Marquinhos (Paris Santis-Germain-FRA) e Thiago Silva (Chelsea-ING);

Meio-campistas – Bruno Guimarães (Lyon-FRA), Casemiro (Real Madrid-ESP), Fabinho (Liverpool-ING), Fred (Manchester United-ING), Gerson (Olympique de Marselha-FRA), Everton Ribeiro (Flamengo), Lucas Paquetá (Lyon-FRA) e Philippe Coutinho (Aston Villa-ING);

Atacantes – Antony (Ajax-HOL), Gabriel (Flamengo), Gabriel Jesus (Manchester City-ING), Matheus Cunha (Atlético de Madrid-ESP), Raphinha (Leeds United-ING), Rodrygo (Real Madrid-ESP) e Vinicius Junior (Real Madrid-ESP).

Brasil vence Colômbia e se classifica para Copa com 6 jogos de antecedência

seleção brasileira venceu hoje (11) a Colômbia por 1 a 0, com gol marcado aos 26 minutos do segundo tempo por Lucas Paquetá, e garantiu classificação para a Copa do Mundo de 2022 com cinco rodadas de antecedência nas Eliminatórias — são seis jogos se levado em conta aquele contra a Argentina que foi suspenso, na mesma Neo Química Arena que recebeu a noite da vaga.

O Brasil chega aos 34 pontos somados e não pode mais ser ultrapassado pela própria Colômbia, que estaciona com 16 na quinta colocação.

A próxima rodada das Eliminatórias será disputada na terça-feira (16). O Brasil visita a Argentina em San Juan às 20h30. Meia hora mais cedo os colombianos jogam como mandantes diante do Paraguai.

UOL

CLÁSSICO-REI: ABC faz 3 a 1 no América e segue líder do Grupo 3 da Série D

O ABC venceu o América por 3 a 1 na tarde deste domingo (22) no Frasqueirão e manteve a liderança do Grupo 3 da Série D, abrindo 4 pontos de vantagem sobre o alvirrubro que segue na segunda colocação.

O resultado quebrou uma sequência invicta do América que durava oito jogos. A última derrota americana havia sido em junho, para o próprio ABC, na Arena das Dunas.

O Mais Querido saiu na frente. Gustavo Henrique invadiu a área americana e tocou na saída do goleiro para fazer 1 a 0 aos sete minutos. O empate americano veio logo em seguida, após cruzamento, Esquerdinha subiu sozinho para igualar o placar aos 11 minutos. Aos 40 minutos, de cabeça, Gustavo Henrique marcou o segundo dele e do Mais Querido.

Aos 14 minutos da segunda etapa veio o terceiro gol abecedista, Claudinho completou cruzamento de Wallyson, balançou a rede americana, dando números finais à partida.

As equipes potiguares voltam a campo pela Série D no próximo sábado (28). O América recebe o Campinense na Arena das Dunas, às 15h. O ABC encara o Sousa, na Paraíba, às 16h.

Blog do BG

Campeão olímpico Ítalo Ferreira vai receber título de Cidadão Natalense

O surfista Ítalo Ferreira, campeão olímpico de surfe, vai receber o título de Cidadão Natalense. A homenagem foi proposta pela vereadora Camila Araújo (PSD) e aprovada na Comissão de Justiça e Cidadania da Câmara Municipal de Natal em reunião realizada nesta segunda-feira (9).

Medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio, Ítalo Ferreira é natural de Baía Formosa, litoral Sul potiguar, cidade onde começou a surfar usando tampas das caixas de isopor que seu pai usava para vender peixes.

“Ítalo levou o Rio Grande do Norte e o Brasil para o lugar mais alto do pódio olímpico e possui uma história de luta, determinação e superação. Com certeza, é merecedor da homenagem do Legislativo natalense”, defende Camila Araújo.

O projeto de decreto legislativo para concessão do título para Ítalo Ferreira foi protocolado pela vereadora em abril, três meses antes do potiguar se tornar o primeiro campeão olímpico da história do surfe.

Antes do ouro em Tóquio, Ítalo havia sido campeão mundial de surfe, em 2019, vencendo o torneio de Pipeline, no Havaí, ao derrotar o bicampeão Gabriel Medina.

Bolsonaro sanciona lei que regulamenta transformação de times de futebol em empresas

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que estabelece regras para transformação de times de futebol em empresas e cria a figura da Sociedade Anônima do Futebol (SAF).

O texto foi aprovado em junho pelo Senado e em julho pela Câmara.

Atualmente, os clubes de futebol são associações civis sem fins lucrativos. A proposta, chamada de Marco Legal do Clube-empresa, prevê estímulos para a conversão dos clubes ao modelo da SAF. Não há obrigatoriedade de que os clubes se transformem em empresas.

Com a transformação, as equipes terão instrumentos para capitalização de recursos e para o financiamento próprio, como:

emissão de títulos de dívida (debêntures-fut);

atração de fundos de investimento;

lançamento de ações em bolsa de valores.

Segundo a proposta, a Sociedade Anônima do Futebol cuidará somente do futebol masculino e do feminino.

Isso exclui a possibilidade de outros esportes, como o vôlei, migrarem para a SAF e também impede que entidades, federações e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) se transformem em SAF.

Nome, escudo e sede

Pelo texto, alterações no nome, no escudo, no hino, nas cores, no local da sede do time só serão efetuadas com a concordância do clube, detentor das chamadas ações da classe A, que deu origem à Sociedade Anônima do Futebol.

A lei prevê também a transferência obrigatória à SAF dos direitos e deveres decorrentes de relações com o clube, inclusive os direitos de participação em competições, contratos de trabalho e de uso de imagem.

A transferência de direitos e patrimônio do clube para a SAF “independe de autorização ou consentimento de credores ou partes interessadas”.

Se instalações como estádio e centro de treinamento não forem transferidas, o clube e a empresa deverão firmar contrato com as condições para uso desses espaços.

Ainda conforme A eli, enquanto as ações ordinárias de classe A — aquelas do clube que originou a SAF — corresponderem a pelo menos 10% do total, o voto do titular das ações de classe A será condição necessária para a empresa decidir, entre outras questões, sobre:

alienação, oneração, cessão, conferência, doação ou disposição de qualquer bem imobiliário ou de direito de propriedade intelectual conferido pelo Clube ou Pessoa Jurídica Original para formação do capital social;

qualquer ato de reorganização societária ou empresarial, como fusão, cisão, incorporação de ações, incorporação de outra sociedade;

dissolução, liquidação e extinção.

Dívidas

O texto dá prazo de seis anos, prorrogáveis por mais quatro anos, para o clube quitar suas dívidas cível e trabalhista e dá alternativas aos times para pagamento dos débitos:

pagamento direto das dívidas pelo clube;

recuperação judicial (negociação coletiva);

consórcio de credores.

A nova lei também prevê mecanismo de transferência mensal de um percentual de receitas destinado ao pagamento de dívidas de natureza civil e trabalhistas.

Ainda constam na lei os chamados “instrumentos de aceleração” para pagamento dessas dívidas:

deságio: permite ao titular do crédito negociar a redução da dívida com o devedor, para recebimento dos valores;

cessão do crédito a terceiro: permite ao titular do crédito, não concordando com o deságio oferecido pelo devedor, buscar no mercado condições melhores;

conversão da dívida em ações da SAF: permite a conversão de toda ou parte da dívida em ações do clube-empresa;

emissão de títulos de mercado revertendo para o pagamento da dívida.

G1

Ouro de Ítalo Ferreira na Olimpíada aquece comércio de Baía Formosa

A vitória do surfista Ítalo Ferreira nos Jogos de Tóquio não rendeu ao Brasil apenas a primeira medalha de ouro da modalidade em Olimpíadas, mas também ajudou a reaquecer o comércio na região onde ele nasceu.

O ganhador do primeiro ouro olímpico do surfe voltou para o município litorâneo de Baía Formosa, no Rio Grande do Norte, logo após a conquista no Japão, atraindo turistas e jornalistas para sua cidade natal.

Proprietária de um hotel e um restaurante na cidade de cerca de 9 mil habitantes, Cintia Santos sofreu com a falta de clientes devido à crise da Covid-19, mas se surpreendeu com um salto na demanda após a medalha do surfista em Tóquio. Segundo ela, a pousada agora está lotada e seu restaurante tem até fila de espera.

“Está sendo um grande sucesso para a cidade”, disse. “Passamos por bastante dificuldades na pandemia, a cidade realmente vive do turismo, ficou parada por um bom tempo, mas agora a gente deu uma alavancada.”

O mesmo aconteceu com o empresário Rafael Alves, morador da região. Com sua gráfica desativada há quase um ano, o estabelecimento voltou a funcionar após a conquista do ouro olímpico por Ítalo.

“A ficha ainda não caiu”, disse o empresário, que já vendeu mais de 300 camisetas com o rosto do atleta. “Trouxe tudo e vai trazer muito mais”, disse ele em relação ao aumento da procura por bens e serviços na cidade.

O surfista de 27 anos, que retornou a Baía Formosa na semana passada, comemorou o impacto da conquista no comércio local. “É legal porque isso ajuda a economia da cidade, o financeiro, ajuda aqueles locais que têm restaurante, as pessoas que dependem disso”, disse.

CNN Brasil